top of page

O Pênis

Atualizado: 26 de nov. de 2021


– E sério! – disse Fabrício cheio de convicção – O Eliseu é capaz de reconhecer qualquer um só de olhar para o seu pau.

– Tá legal! – duvidou Zé Luís acertando uma tacada na mesa de bilhar. – Vai conversar outro.

– Tô dizendo! – confirmou animado o amigo. – O cara acerta todas!

Zé Luís soltou uma gargalhada que chamou a atenção de todos que estavam no bar, envergonhando Fabrício que pediu para ele não espalhar aquilo. Mas Zé Luís não pretendia guardar esse segredo, não ele, o maior gozador da região. O malandro perde o amigo, mas não perde a piada. Fabrício se arrependeu de ter contado aquilo ao rapaz, mas o fato é que ele estava animado demais e falando demais também. E toda aquela empolgação tinha um motivo. Desde que entrou naquele bar, Fabrício achou o bofe atraente e percebeu logo e cara que ele estava lhe dando bola também, então, decidiu arriscar uma aproximação. [...]

[...] Assim, conversa vai e conversa vem. Em meio a uma tacada e um gole de cerveja, os rapazes começaram a falar aleatoriamente sobre picas e foi nesse momento que o nome de Eliseu entrou na conversa e o comentário logo no começo da história foi inevitável. [...]

[...] – O sujeito sabe tudo de pica – continuou Fabrício tentando convencer Zé Luís. – Pode apostar

Ao ouvir a palavra aposta, Zé Luís percebeu que essa era uma oportunidade de arrancar grana do almofadinha.

– Tudo bem eu aceito a aposta.

– Como assim? – assustou-se Fabrício – Eu não estava falando sério quando sugeri a aposta.

– Mas eu estou – disse Zé Luís em meio a mais uma tacada. – Eu aposto com você que ele é incapaz de reconhecer um sujeito apenas olhando para os seus documentos. E então, aceita?

Fabrício nem pensou duas vezes, afinal, essa era uma chance de voltar vê-lo.

– Claro! Aposto o que você quiser.

– Ótimo! – disse o malandro sorrindo vitorioso. – Te vejo então amanhã à tarde aqui nesse bar.

Zé Luís apanhou o casaco e ameaçou sair quando foi impedido por Fabrício que o agarrou pelo braço.

– Espere, aonde você vai? Você ainda não disse como será essa aposta.

– Amanhã tu fica sabendo – disse o malandro soltando-se de Fabrício – Não se esqueça de trazer o cara das picas e a grana.

Zé Luís saiu deixando Fabrício arrependido por ter tocado no nome do amigo. Agora ele ficou ali sem o bofe e, se bobear, ainda ficará sem a grana.

Fabrício decidiu, então, procurar Eliseu para tentar convencê-lo a participar daquela aposta maluca. O rapaz estava torcendo para que o amigo aceitasse, caso contrário, adeus bofe e adeus dinheiro.


Esse é só um gostinho do que espera você em "O Pênis'. Acompanhe as armações de Eliseu para poder saciar a sua curiosidade em conferir pessoalmente aquela que ele define como uma "fabulosa mala" . Sem medir esforços, Eliseu envolve-se nas mais loucas confusões na realização de seu objetivo, mesmo sabendo que poderá se dar muito mal no final. Divirta-se com essa comédia picante, clique no botão abaixo e garanta o seu e-book.


15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Vinny

Comentários


Post: Blog2 Post
bottom of page